FANDOM


Mereoleona Vermillion vs. Cinco Elfos é uma luta que ocorre dentro de um esconderijo do Olho do Sol da Meia-Noite.

Pré-lutaEditar

Também possuídos por elfos, Fragil Tormenta, Puli Angel, e Ruben Chagar chegam e dizem a Lira para parar de brincar. Zora Ideale percebe seu poder mágico e diz a Asta e Mereoleona Vermillion que eles têm que recuar. Como Asta diz que eles têm que salvar seus companheiros, Zora responde que eles não têm uma maneira de salvá-los agora e que eles terão que recuar.

Rhya diz que eles não vão fugir, e Lira e Rhya se preparam para disparar feitiços. Mereoleona abre um buraco na parede, joga Zora e Asta através dele e depois bloqueia o buraco com escombros. Como Rhya e Lira disparam seus feitiços, Mereoleona facilmente os contesta. Rhya comenta sobre como Mereoleona se sacrificou para salvar seus companheiros, mas Mereoleona responde que seus companheiros estavam no caminho e declara que ela vai matar os elfos.[1]

LutaEditar

Como Rhya comenta sobre a diferença em suas habilidades de batalha, e como ele vai atrás de Asta.[2] Mereoleona responde que Rhya está perdendo o fôlego e ataca Rhya, mas ele se esquiva usando a magia espacial. Mereoleona também diz que eles terão que derrotá-la para perseguir Asta, e que 5 a 1 é mais uma desvantagem para eles. Rhya responde a Mereoleona que eles terão que resolver isso em breve.

Puli comenta como os humanos são arrogantes, enquanto usa um feitiço para dar asas a Rhya. Puli então usa outro feitiço para atacar Mereoleona, que Mereoleona começa a combater o feitiço. De repente, Lira ataca com um grande feitiço que Mereoleona não consegue queimar. Mereoleona começa a atacar o feitiço, mas Rhya usa a magia espacial para se certificar de que o feitiço atinge Mereoleona. Mereoleona cai de pé e percebe que algo está errado com ela. Mereoleona percebe que Fragil está usando um feitiço que a fará dormir. De repente, Rossa ataca com uma quantidade maior de arenito, enquanto também comenta sobre seu nome. Mereoleona ataca o arenito, que Rossa usa um feitiço para prender Mereoleona na areia. Mereoleona se liberta e diz que vai fazer um favor a Rossa e matá-lo, quando Rhya aparece de repente. Rhya comenta como ele não deixará outro de seus companheiros ser morto e ferido por Mereoleona. Rhya então se despede de Mereoleona quando Puli ataca Mereoleona com um feitiço. De repente, um ataque chega a Rhya, que consegue bloquear o ataque. Como Mereoleona diz aos elfos para tentar matá-la desde que eles querem matar humanos, Rhya se pergunta se Mereoleona é realmente humana.[3] Rhya, em seguida, comenta sobre como Mereoleona é uma mulher problemática.

Mereoleona vai atacar, mas é atingida no chão. Rhya elogia Mereoleona por ainda estar de pé depois de tantos ataques e diz que é hora de acabar com isso. Mereoleona concorda e decide terminar com seu feitiço final, enquanto também libera sua mana. Os elfos percebem que a mana no espaço está tremendo. Mereoleona ativa seu feitiço e consegue envolver os elfos, mas os elfos conseguem sobreviver.[4] Como Rhya elogia Mereoleona por ainda estar inconsciente. De repente, Mereoelona acorda e diz para eles irem até ela e terminar isso. Os elfos decidem terminar Mereoleona com um feitiço de combinação.

Quando Asta e Zora retornam, Rhya comenta sobre como isso foi tolo e lança o feitiço. Zora pisa na frente do feitiço e captura-o com sua magia de armadilha. Zora então reflete o feitiço para Asta, que reflete de volta para Zora. Zora pega o feitiço novamente, mas percebe que o feitiço está se desintegrando. Asta aparece de repente atrás do feitiço e reflete nos elfos.[5]

Pós-lutaEditar

Depois que o feitiço atinge a parede atrás dos elfos, Asta agarra Mereoleona e sai com Zora.

ReferênciasEditar

  1. Black Clover Mangá — Capítulo 151 (p. 11-17).
  2. Black Clover Mangá — Capítulo 152 (p. 1).
  3. Black Clover Mangá — Capítulo 152 (p. 17).
  4. Black Clover Mangá — Capítulo 153 (p. 4-7).
  5. Black Clover Mangá — Capítulo 153 (p. 16-17).

NavegaçãoEditar

Arco 9 Lutas
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.