Para as criaturas gigantescas feitas de Magia Proibida, veja Diabos.

Diabos ou Demônios 「悪魔 Akuma[1] são uma raça antiga de seres mágicos que habitam o submundo 「冥府 meifu」,[2] um mundo sombrio onde a única diversão é atormentar uns aos outros e brincar com os humanos do mundo dos vivos.[3]

Visão Geral

Um mago invoca um demônio do submundo.

Normalmente, os demônios não podem aparecer no mundo dos vivos por conta própria. Um mago no mundo dos vivos pode usar Magia Proibida e um sacrifício para invocar um demônio e usar parte de seu poder.[4] A quantidade de poder do demônio que um mago pode exercer é limitada devido ao portão entre o mundo dos vivos e o submundo.[5] Um demônio sem nenhum poder mágico pode violar fisicamente essa fronteira entre os mundos.[6] Os demônios não podem empunhar ou entrar em um grimório até que ele tenha um trevo de cinco folhas. Uma vez que eles tenham um grimório e um corpo físico, eles podem liberar suas verdadeiras formas e poder no mundo dos vivos.[7]

Como os demônios vêm do submundo, sua mana é conhecida por ser maliciosa e sinistra por natureza,[8] assim, seus atributos mágicos são particularmente formidáveis e assustadores.[9][10][11] Apenas a mana negativa, os poderes de outros demônios e magia arcana podem neutralizar a magia do demônio.[12][13][14][15]

Os demônios desenvolveram um sistema de classes, e suas colocações nos ranks são atribuídas no nascimento e não podem ser alteradas.D[3]

As classificações de demônios conhecidas são as seguintes:

  1. Demônios de nível Superior 「最上位悪魔 Saijōi Akuma
  2. Demônios de nível Alto 「上位悪魔 Jōi Akuma
  3. Demônios de nível Médio 「中位悪魔 Chūi Akuma
  4. Demônios de nível Baixo 「下位悪魔 Kai Akuma
  5. Demônios de nível Inferior 「最下位悪魔 Saikai Akuma

Demônios de nível baixo podem ser derrotados atingindo-os com grandes quantidades de mana. No entanto, nível médio e superior requerem magos do Estágio Arcano.[16] Os dez demônios conectados à Árvore de Qliphoth estão entre os demônios de nível superior e mais fortes.[17]

Aparência

Um grupo de demônios de nível médio

A característica comum que define os demônios são seus chifres, de que todos os demônios se orgulham. Em geral, quanto mais alta a posição do demônio, mais longos e impressionantes chifres eles tendem a ter. Demônios de nível baixo são visivelmente maiores que os humanos e têm fisiologias bizarras e monstruosas, como olhos múltiplos, tentáculos e mandíbulas semelhantes a insetos.[18] Demônios de nível médio geralmente têm uma aparência pelo menos vagamente humanóide, embora muitas vezes com proporções corporais distorcidas e características faciais monstruosas.[16] Demônios de nível alto e superior são os que mais se parecem com os humanos, com figuras delgadas e relativamente proporcionais, mas têm dentes pontiagudos, caudas longas e finas e asas de morcego nas costas.[19][20]

Submundo

O submundo é dividido em sete níveis e governado por três demônios de nível superior, que comandam gravidade, tempo e espaço e residem no nível mais baixo.[21][22] Cada nível abriga demônios de vários níveis, com os demônios de nível superior dominando todos aqueles em seu nível.[23] Porque o submundo é tão sombrio e enfadonho, demônios de nível alto se divertem torturando aqueles de nível inferior, e demônios de nível inferior aterrorizam aqueles que são ainda mais baixos.[3]

Demônios Conhecidos

Lucifero
(7º)
Lucifugus Megicula Não nomeado Lilith
(1º)
Naamah
(1º)
Demônios
Liebe Zagred Gimodelo Walgner Plumede
Slotos

  • : o personagem está morto.
  • *: o estado do personagem é desconhecido. Pairando o símbolo pode dar mais detalhes.
  • : o personagem é não-canônico.
  • : o personagem não faz mais parte deste grupo. Pairando o símbolo pode dar mais detalhes.


Hospedeiros de Demônios

Para obter uma lista completa de hospedeiros de demônios conhecidos, veja Categoria:Hospedeiros de Demônio.

Hospedeira do demônio de Megicula, Vanica

Hospedeiros de Demônios/Diabos 「悪魔憑き Akumatsuki」, ou possuído pelo demônio/diabo, são humanos que têm acesso direto aos poderes dos demônios.[24] O hospedeiro ganha um imenso aumento de poder mágico e a habilidade de usar o atributo mágico do demônio além do seu próprio.[25] Ao concordar em barganhar com seu demônio, o hospedeiro tem acesso a porções maiores do poder do demônio; isso vem à custa de seu próprio corpo.[26][27] Como tal, o número de contratos de poder é limitado pela força do corpo do hospedeiro.[28]

Quando o hospedeiro usa o poder do demônio, seu corpo assume características físicas de demônio, como chifres, dentes caninos alongados, pele negra como breu, dedos das mãos e pés com garras, asas de morcego e uma longa cauda fina.[29] No entanto, é impossível para um hospedeiro humano acessar 100% do poder do demônio, a menos que um canal direto seja aberto entre o mundo dos vivos e o submundo, ou se o demônio habitar um grimório de trevo de cinco folhas.[30]

Um hospedeiro do demônio também pode compartilhar um pouco do poder do demônio com seus subordinados. Embora esses subordinados não possam usar uma porcentagem de poder tão alta quanto a de um hospedeiro do demônio, o aumento de seu poder mágico ainda os torna magos formidáveis.[24]

Além disso, é possível que alguém hospede mais de um demônio por vez. Um exemplo disso é Nacht Faust, que hospeda um total de quatro demônios.[31]

Ritual de Vinculação do Demônio

Quadro do Ritual de Vinculação do Demônio

Um hospedeiro do demônio pode sofrer o Ritual de Vinculação do Demônio 「従魔の儀 Jūma no Gi」, no qual eles lutam e subjugam seu demônio e fazem um contrato formal com ele para usar seu poder como se fosse seu. A conexão é forjada através de uma relíquia ligada ao demônio, e através desta conexão, o demônio pode temporariamente se manifestar fisicamente no mundo dos vivos dentro de um círculo mágico com seu poder suprimido.[32][33]

Se a relíquia for destruída durante o ritual, o feitiço terminará prematuramente e o demônio será enviado de volta para o submundo.[34]

Se o hospedeiro vencer a luta, o pescoço do demônio é amarrado e preso ao chão e, nesse momento, o hospedeiro está livre para fazer qualquer contrato que desejar, incluindo a subjugação total do demônio.[35] Com o comando total do poder do demônio, o hospedeiro pode facilmente usar União, uma transformação especial disponível para hospedeiros que passaram por este ritual.[36]

Asta e Liebe formam um contrato de iguais.

Uma alternativa é um contrato de iguais, em que o demônio mantém a autonomia.[37] Com este contrato, marcações correspondentes aparecem nos pulsos do hospedeiro e do demônio[38] e a união é mais difícil,[39] exigindo que o hospedeiro e o demônio trabalhem juntos e sincronizem seus pensamentos.[40]

Se o demônio vencer, no entanto, ele assumirá o controle total do corpo do hospedeiro e o transformará em um monstro grotesco. Centenas de humanos tentaram o ritual e falharam, e seus crânios decoram a câmara onde Asta realiza o ritual.[41]

Trivia

  • Em muitas religiões e culturas do mundo real, o Diabo/Demônio é reconhecido como a personificação do mal.

Referências

  1. Black Clover Mangá e Anime — Capítulo 1 (p. 47-48) e Episódio 1.
  2. Black Clover Mangá e Anime — Capítulo 196 (p. 6-7) e Episódio 115.
  3. 3,0 3,1 3,2 Black Clover Mangá — Capítulo 268 (p. 1-2). Erro de citação: Etiqueta inválida <ref>; Nome "c268" definido várias vezes com conteúdo diferente Erro de citação: Etiqueta inválida <ref>; Nome "c268" definido várias vezes com conteúdo diferente
  4. Black Clover Mangá e Anime — Capítulo 222 (p. 13) e Episódio 127.
  5. Black Clover Mangá e Anime — Capítulo 256 (p. 3) e Episódio 166.
  6. Black Clover Mangá e Anime — Capítulo 268 (p. 3) e Episódio 170.
  7. Black Clover Mangá e Anime — Capítulo 198 (p. 4-5) e Episódio 115.
  8. Black Clover Mangá e Anime — Capítulo 204 (p. 9) e Episódio 117.
  9. Black Clover Mangá e Anime — Capítulo 1 (p. 49) e Episódio 1, O demônio de Asta tem Anti Magia.
  10. Black Clover Mangá e Anime — Capítulo 196 (p. 14) e Episódio 115, Zagred tem Magia de Kotodama.
  11. Black Clover Mangá e Anime — Capítulo 254 (p. 3-8) e Episódio 166, Megicula tem Magia de Proteção de Maldição.
  12. Black Clover Mangá e Anime — Capítulo 206 (p. 10-11) e Episódio 118.
  13. Black Clover Mangá e Anime — Capítulo 207 (p. 1) e Episódio 118.
  14. Black Clover Mangá e Anime — Capítulo 208 (p. 10-11) e Episódio 119.
  15. Black Clover Mangá e Anime — Capítulo 228 (p. 5-6) e Episódio 129.
  16. 16,0 16,1 Black Clover Mangá — Capítulo 284 (p. 8-9). Erro de citação: Etiqueta inválida <ref>; Nome "c284" definido várias vezes com conteúdo diferente
  17. Black Clover Mangá e Anime — Capítulo 263 (p. 10-11) e Episódio 168.
  18. Black Clover Mangá e Anime — Capítulo 246 (p. 9) e Episódio 164.
  19. Black Clover Mangá e Anime — Capítulo 196 (p. 6) e Episódio 115.
  20. Black Clover Mangá — Capítulo 279 (p. 14-15).
  21. Black Clover Mangá — Capítulo 286 (p. 7).
  22. Black Clover Mangá — Capítulo 290 (p. 7).
  23. 24,0 24,1 Black Clover Mangá e Anime — Capítulo 235 (p. 7-8) e Episódio 160. Erro de citação: Etiqueta inválida <ref>; Nome "c235" definido várias vezes com conteúdo diferente
  24. Black Clover Mangá e Anime — Capítulo 252 (p. 5) e Episódio 165.
  25. Black Clover Mangá e Anime — Capítulo 258 (p. 11) e Episódio 167.
  26. Black Clover Mangá e Anime — Capítulo 259 (p. 1) e Episódio 167.
  27. Black Clover Mangá e Anime — Capítulo 260 (p. 11-12) e Episódio 167.
  28. Black Clover Mangá e Anime — Capítulo 242 (p. 18-19) e Episódio 162.
  29. Black Clover Mangá — Capítulo 256 (p. 3).
  30. Black Clover Mangá e Anime — Capítulo 263 (p. 4-5) e Episódio 168.
  31. Black Clover Mangá — Capítulo 266 (p. 13-16).
  32. Black Clover Mangá — Capítulo 286 (p. 10).
  33. Black Clover Mangá — Capítulo 286 (p. 11-12).
  34. Black Clover Mangá — Capítulo 270 (p. 1-3).
  35. Black Clover Mangá — Capítulo 271 (p. 4).
  36. Black Clover Mangá — Capítulo 270 (p. 4-6).
  37. Black Clover Mangá — Capítulo 270 (p. 11).
  38. Black Clover Mangá — Capítulo 271 (p. 10).
  39. Black Clover Mangá — Capítulo 272 (p. 14-16).
  40. Black Clover Mangá — Capítulo 267 (p. 8-9).

Navegação

Raças
HumanoElfoAnãoDemônioDiaboEspírito
O conteúdo da comunidade está disponível sob CC-BY-SA salvo indicação em contrário.